Nove Sinais que Apontam para a Substituição do seu Actual SGA

Um número crescente de empresas nas áreas da produção, distribuição e retalho tem vindo a implementar Sistemas de Gestão de Armazém (SGA) de modo a encurtar tempos de entrega, reduzir custos e aumentar a eficiência operacional.

Do mesmo modo que um SGA adequado pode produzir inúmeros benefícios, um SGA sem flexibilidade pode congelar a produtividade e colocar o seu negócio em risco.

1.O seu SGA actual utiliza uma Tecnologia Ultrapassada.
Actualmente nos centros de distribuição, que são atingidos por uma constante pressão para melhorar a perfomance global, a tecnologia fica obsoleta muito mais rapidamente do que era habitual.

Quando a utilização de alternativas operacionais fora do sistema, por incapacidades deste responder a requisitos de negócio começa ser a prática corrente, está na hora de procurar um novo SGA. Estes processos alternativos são difíceis de controlar e produzem dados de fraca fiabilidade.

A degradação dos tempos de resposta do SGA é outro sinal de aviso, pois conduz invariavelmente a perdas de produtividade e eficiência global, à desmotivação dos operadores e ao prolongamento dos prazos de entrega.

2.O seu SGA tem um Conjunto Limitado de Funcionalidades.
O seu SGA é suficientemente flexível para lhe permitir que o seu negócio desenvolva iniciativas de melhoria contínua? A possibilidade de implementar no seu sistema funcionalidades como uso de terminais móveis de RF, gestão automática de tarefas e recursos, RFID e voice picking é fundamental em qualquer organização que deseja ser sempre a mais eficiente possível.

Existem muitos casos em que os armazéns continuam a ser geridos por SGA cujas funcionalidades pararam algures no tempo, em contraste com uma mercado cada vez mais dinâmico nos requisitos apresentados.

3.O seu SGA está a impor-lhe Elevados Custos de Manutenção
Caso o seu SGA tenha sido desenvolvido a nível interno, a aplicação está limitada ao(s) seu(s) criador(es), conduzindo a uma arriscada dependência relativamente a esse grupo de colaboradores. A saída de algum dos elementos da equipa de desenvolvimento representa muitas vezes perdas irreparáveis de conhecimento, com grandes impactos negativos na capacidade de gestão do SGA.

A nível de custo à ainda que considerar o preço prémio que muitas vezes é pago devido à escassez de recursos com conhecimento em tecnologias ultrapassadas e o custo que é necessário incorrer para proceder actualizações do software, necessários para a incorporação de novos elementos tecnológicos como a RF.

Por último à ainda que considerar os custos inerentes ao facto de não ser possível tirar partido dos programas de integração da cadeia de abastecimento, quer com os fornecedores, quer com os clientes, inviabilizando a obtenção de importantes ganhos de eficiência.

4. Factores Externos conduzem o seu SGA à condição de Obsoleto.
A cada vez maior globalização dos mercados tem conduzido a um aumento da rede de fornecedores e base de clientes, que apresentam uma cada vez maior diversidade de requisitos de negócio. Simultaneamente a necessidade de standardização tem conduzido ao aparecimento de entidades reguladoras governamentais e supranacionais que estabelecem um crescente número de normas de cumprimento obrigatório.

Em muitos casos a única solução viável é mesmo mudar de SGA.

5. Fazer um Upgrade ao seu SGA é Caro, Demorado e Arriscado.
Muitos SGA convencionais apresentam falhas graves no seu desenho, tendo sido adicionado um grande número de código específico de cliente, o que constitui um sério entrave a qualquer projecto de upgrade.

Este tipo de cenário torna qualquer alteração demorada e arriscada, reduzindo ou mesmo impossibilitando a empresa de responder em tempo útil a alterações de requisitos apresentados pelos clientes. O resultado final é a uma redução substancial da vantagem competitiva, para além de eventual danos irreparáveis no relacionamento com os clientes.

6. A Inflexibilidade do seu SGA impede-o de implementar novos processos operacionais.
Um novo sistema mais flexível não o obrigará a seguir procedimentos que não sejam apropriados à sua operação. Para um SGA apoiar o seu crescimento e as modificações exigidas pelo negócio, tem de ser configurável e adaptável, permitindo a definição de processos de negócios únicos, que contribuem para a sua diferenciação competitiva.

É a capacidade de inovar que lhe dará uma vantagem sobre seus concorrentes, permitindo-lhe incorporar rapidamente quer as necessidades dos novos clientes, quer novas exigências do mercado.

7.O fornecedor do SGA garante-lhe Continuidade no Mercado.
Nos últimos anos têm-se registado muitas consolidações através de fusões e aquisições entre os fornecedores de SGA.

Mais uma vez a lógica da globalização tem conduzido a grandes movimentações estratégicas entre as multinacionais que apresentam soluções para a gestão de armazéns.

A solidez financeira do fornecedor tem a sua relevância, mas é importante ponderá-lo pelo investimento que o fornecedor direcciona para o desenvolvimento do SGA, pois caso a aplicação não seja considerada estratégica, é provável que não receba os fundos necessários para acompanhar a evolução do mercado.

8.O seu SGA apresenta Dificuldades de Comunicar com outras aplicações.
Um SGA estático apresenta sérios problemas de inter-comunicabilidade, num mundo onde se valoriza cada vez a capacidade de compartilhar, sincronizar dados operacionais e cruzar informação entre diversos sistemas através de arquitecturas do tipo SOA (service-oriented architecture) e do uso da Internet como meio de comunicação privilegiado.

Esta capacidade de inter-comunicabilidade é tanto interna, para partilhar informação com o ERP, gestão de encomendas, planeamento, gestão de transportes, reconhecimento de voz e sistema de gestão da cadeia de abastecimento, como externa para trocar dados com parceiros de negócio, fornecedores e clientes.

9. O seu SGA apresenta uma Fraca Ergonomia para o utilizador.
Muitos SGA apresentam um interface gráfico e uma estrutura de dados ultrapassados que torna a execução das tarefas difícil e demorada. O seu negócio pode beneficiar directamente de um SGA com um formato de navegação intuitivo que facilita a utilização, reduz os tempos de aprendizagem, aumenta a produtividade e o nível de satisfação dos utilizadores.

Quando os utilizadores se sentem mais eficazes no seu trabalho ficam mais motivados tendo reflexos positivos no absentismo e na rotação do pessoal.

Conclusão
O seu SGA desempenha um papel estratégico no apoio ao seu crescimento do seu negócio, à velocidade e capacidade de resposta às exigências dos clientes, e no cumprimento da dinâmica de regulamentação do mercado.

Reconhece alguns destes nove sinais na sua operação?

Pondere a possibilidade de substituir o seu SGA por um sistema adaptável, flexível, que o poderá ajudar a posicionar o seu negócio numa posição de alavancagem na sua cadeia de abastecimento e tirar partido de novas oportunidades de negócio.

Mais Recentes

O Alfaiate da Logística

"IS.Retail - O Alfaiate da Logística Têm uma aplicação informática com cerca de 2.000 utilizadores, foram a primeira empresa em Portugal a oferecer ao mercado um software para a gestão de ...
Ler mais

Este é o Momento para Investir num Novo Sistema de Gestão de Armazém

Efectivamente existe um conjunto de boas razões para que as empresas apostem na introdução de melhorias tecnológicas e na melhoria do seu sistema de gestão de armazém, em momentos de ...
Ler mais

WMS: É fundamental para a execução de mercadoria

Visitem 3 centros de distribuição diferentes e provavelmente vão encontrar 3 processos de execução perfeitamente distintos. Se analisarem com atenção vão perceber que as melhores operações têm um elemento em ...
Ler mais