Definição de Estratégias de Revisão do Layout

A frequência da análise da adequação das localizações atribuídas a cada artigo depende em larga escala da estabilidade do sortido de artigos presentes num determinado armazém. Atribuição de artigos a localizações (slotting) é uma actividade dinâmica que é influenciada por acções e actividades externas ao armazém como é o caso das promoções, sazonalidade, alterações estruturais do perfil dos pedidos de clientes, alterações nos produtos e alterações nos factores de conversão dos SKUs.

Para responder a estas alterações do sortido de produtos, é necessário algo mais do que tecnologia. Antes que a tecnologia possa ser eficaz, é necessário definir os objectivos estratégicos do slotting, tendo em consideração a optimização da operação logística e incorporando todos os dados relevantes que ocorrem no mundo exterior.

Frequência e o Momento de Realizar a Análise do Layout

A determinação do momento e a frequência óptima da realização de reformulações de layouts não é uma tarefa fácil e implica ir um pouco além da optimização da localização de cada produto e dos benefícios resultantes desse processo de optimização. Para se definir a frequência adequada das remodelações, teremos primeiro que procurar perceber o grau de estabilidade da operação logística em concreto.

Muitos factores participam no “trade-off” entre uma localização eficiente dos produtos (baixos custos por execução) e uma localização ineficiente (custos por execução mais elevados). No entanto existe uma correlação directa entre ambientes pouco estáveis e a necessidade de promover remodelações de layout ou seja fazer alteração das localizações dos produtos. A distinção entre ambientes estáveis e menos estáveis é feita em função de vários factores como o número de:

    • Introdução de produtos novos,
    • Descontinuação de produtos,
    • Artigos sazonais,
    • Artigos promocionais,
    • Promoções,

Grupos produtos/Considerações de sequenciação

Outra questão que é necessário considerar são os benefícios que se retiram em re-arranjar a disposição dos artigos nas localizações do layout. No caso do número de artigos a movimentar ser pequeno pode-se esperar que, embora nem sempre assim o seja, os custos da movimentação dos artigos para as novas localizações seja pequeno.

Pode acontecer que os custos associados à movimentação dos artigos seja tão elevado que pode anular o benefício que se venha a ganhar com a nova localização dos artigos. Estas situações ocorrem em plataformas onde o número de localizações vazias é muito pequeno ou seja quando se está a trabalhar muito próximo da capacidade máxima da plataforma.

Uma questão adicional que importa tomar em consideração, é o tempo de duração dos benefícios retirados do novo arranjo de localizações dos artigos. Num ambiente muito instável pode acontecer que a reforma feita no layout produza benefícios num espaço de tempo muito curto (até surgirem novas alterações nas variáveis que determinam a performance do layout), não sendo o período de alta performance do layout suficiente para dar o retorno do investimento feito para suportar a reformulação do layout.

Revisão “Teórica” das Localizações

Uma das questões que dificultam as revisões de layout é a necessidade de respeitar uma série de regras e de variáveis, de modo a garantir o cumprimento de um conjunto de requisitos de sequenciação de artigos nas guias de execução. Nesta conjuntura, quanto maior for o número de slots vazios maior a probabilidade de se conseguir atribuir o artigo ao um slot adequado, com o mais baixo custo.

Numa revisão da atribuição de artigos a slots, pode-se começar por criar uma lista de slots teoricamente livres. Slots livres do ponto de vista teórico são os slots dos artigos que estão localizados em slots desadequadas. A mercadoria localizada nestas posições deve ser retirada e colocada numa área temporária, habitualmente no chão, enquanto não se determina qual é a próxima localização óptima de cada artigo. Deste modo consegue-se um alargamento da quantidade dos slots livres (considerando aqueles que estão fisicamente livres mais os que o estão de ponto de vista apenas teórico), e com isso um aumento da probabilidade de se encontrar a localização mais adequada para cada artigo. Do ponto de vista económico, o custo da reformação com esta técnica é certamente inferior do que considerar, em cada momento, apenas os slots fisicamente livres, uma vez que após cada re-atribuição de stock vai haver lugar à libertação de slots.

No caso específico de produtos sazonais e promocionais, é conveniente fazer um realinhamento do layout antes de se iniciar a recepção de stock promocional/sazonal, de modo a evitar situações de falha no envio por dificuldades em reabastecer o picking do artigo. Convém não esquecer que no fim da campanha promocional ou da estação sazonal é necessário refazer o layout de modo a colocar os produtos, de acordo com a sua rotação em “estação baixa”.

O fundamental na definição de estratégias para a remodelação de layout é não deixar de fora da equação nenhuma variável importante para o caso concreto. Os benefícios globais que se podem retirar de uma remodelação, depende muito de um lado do grau de liberdade que existe para a localização relativa dos produtos e por outro com o custo real de um layout menos eficiente. Outra questão importante é conseguir distinguir momentos de pico sem grande significado e situações persistentes no tempo e/ou com elevado impacto no serviço ao cliente e na produtividade interna.

Mais Recentes

O Alfaiate da Logística

"IS.Retail - O Alfaiate da Logística Têm uma aplicação informática com cerca de 2.000 utilizadores, foram a primeira empresa em Portugal a oferecer ao mercado um software para a gestão de ...
Ler mais

Este é o Momento para Investir num Novo Sistema de Gestão de Armazém

Efectivamente existe um conjunto de boas razões para que as empresas apostem na introdução de melhorias tecnológicas e na melhoria do seu sistema de gestão de armazém, em momentos de ...
Ler mais

WMS: É fundamental para a execução de mercadoria

Visitem 3 centros de distribuição diferentes e provavelmente vão encontrar 3 processos de execução perfeitamente distintos. Se analisarem com atenção vão perceber que as melhores operações têm um elemento em ...
Ler mais