O Centro de Distribuição como Criador de Valor

Muitos responsáveis por centros de distribuição têm agora uma oportunidade excepcional de contribuírem para o processo de melhoria contínua da cadeia de abastecimento. De acordo com Paul J. Marshall, vice-presidente da Limited Brands Logistics Services, esta oportunidade existe porque é nos centros de distribuição que ocorre a consolidação e existe uma grande visibilidade sobre todas as actividades de armazenagem. ?Estas características são a chave para criar valor, não só na actividade do armazém como também nas actividades realizadas quer a montante quer a jusante deste, afirmou ele durante a apresentação que realizou no 2008 Annual WERC Conference, sobre a temática ?Getting More from Your Warehouse?.

Nova Visão sobre o Papel do Armazém
O papel do armazém tem mudado ao longo dos tempos, passando da visão tradicional do lugar onde se armazenam os produtos e onde se preparam os pedidos de clientes, para uma visão mais abrangente onde se prestam serviços de valor acrescentado. No entanto, não nos podemos esquecer que o armazém continua a ser o centro de qualquer rede de distribuição, onde as actividades centrais são receber grandes quantidades de produtos e expedir menores quantidades para um grande número de pontos de entrega individuais, armazenar inventário para reabastecer os pontos de entrega e onde as actividades centrais continuam a ser receber, arrumar, executar e expedir.

O valor da rede de distribuição é tanto maior quanto melhor for a capacidade para entregar o produto certo, dentro dos prazos acordados, no local exacto e ao custo mais baixo. Isto não significa no entanto que o armazém tem que ser um fornecer de serviços ao mais baixo custo possível. O importante é que o custo global do produto “landed cost” (desde a produção até ao cliente final) seja o menor possível, o que pode implicar que seja necessário suportar um custo adicional numa parte da cadeia de abastecimento, por exemplo no centro de distribuição, de modo a obter uma redução global do custo do produto, fazendo-o assim chegar ao cliente final a um custo inferior.

Mais Recentes

O Alfaiate da Logística

"IS.Retail - O Alfaiate da Logística Têm uma aplicação informática com cerca de 2.000 utilizadores, foram a primeira empresa em Portugal a oferecer ao mercado um software para a gestão de ...
Ler mais

Este é o Momento para Investir num Novo Sistema de Gestão de Armazém

Efectivamente existe um conjunto de boas razões para que as empresas apostem na introdução de melhorias tecnológicas e na melhoria do seu sistema de gestão de armazém, em momentos de ...
Ler mais

WMS: É fundamental para a execução de mercadoria

Visitem 3 centros de distribuição diferentes e provavelmente vão encontrar 3 processos de execução perfeitamente distintos. Se analisarem com atenção vão perceber que as melhores operações têm um elemento em ...
Ler mais